domingo, 24 de julho de 2011

Pensa duas vezes

A K. disse-me que sou demasiado paciente e tolerante, que arranjava sempre maneira de desculpar porque achava que certas coisas não foram feitas intencionalmente, ou que não é razão suficiente para eu chatear-me. Na altura achei que não, que se calhar ela é que ferve em pouca água e as coisas não são assim. 
A verdade é que hoje, até concordo com ela. O facto de ser muitas vezes como a K. diz que sou, faz com que algumas pessoas falem comigo do jeito que lhes apetece. Oh, estou aborrecido/chateado hoje. Se descarregar nela, ela aguenta bem e percebe. 
As coisas não são assim e eu hoje senti-me mal com uma situação. É como se levasse para a cabeça sem razão aparente e depois, quando essa pessoa já está bem da vida, passa tudo e fala como se não tivesse acontecido nada.
Enfim.. acho que às vezes temos que ponderar o modo como falamos com os outros para ter a certeza que não os vamos magoar sem razão.

agora um assunto totalmente à parte: ja estou de FÉRIASSSS.

1 comentário:

  1. Tens de te impor... e não ser só o ombro sobre o qual se chora. :)

    ResponderEliminar

 
{ Blog design by Tasnim }